Um espaço onde as ideias circulam

Sem categoria 1 Comentário 0

Por Ladislau Dowbor

 Uma solução evidente seria mudarmos todos para Paraty. Na impossibilidade, há sugestões razoáveis, que seria de irmos enfrentando os problemas mais significativos, ou mais urgentes, ou os que mais desencadeiam um processo de mudança. Exemplos?

Claramente, assegurar um Wi-Max urbano, com acesso banda larga sem fio para todos, em regime quase gratuito, melhoraria desde o desempenho escolar, até a mobilidade urbana pela possibilidade de fazer o trabalho em qualquer parte, e a administração pública que poderia ser descentralizada, sem falar do emprego na economia criativa. O conhecimento circular de graça não é mistério, andamos na rua sem pagar pedágio, o que não impede que se instalem atividades econômicas na rua. O Wi-Max urbano é a avenida onde circula o conhecimento.

Outro eixo evidente é a reorientação dos investimentos em infraestruturas de transportes para o transporte coletivo. Temos 7 milhões de automóveis, que andam numa velocidade média de 14 quilômetros por hora. São 100 bilhões de reais só nesses veículos, e todos quase parados. E a expansão do metrô segue a passos de tartaruga. Shanghai começou em 1995 e tem 420 quilômetros de linha, nós começamos nos anos 1970 e temos 74.

Outro eixo de mudança evidente é a descentralização da gestão. É preciso resgatar a dimensão do bairro, do espaço “de a pé” para a escola, a padaria, o posto de saúde, o parquinho e assim por diante. Moradia não é só a casa, é o espaço de sociabilidade. Isto passa também pelo resgate das subprefeituras e da gestão local. Hoje, as novas tecnologias e os processos democráticos participativos permitem uma gestão incomparavelmente mais eficiente do que a política tradicional de caciques e coronéis.

A cidade tem um mundo de gente com ideias. Uma delas é gerar um espaço onde estas ideias possam circular.

 

Ladislau Dowbor é formado em economia política pela Universidade de Lausanne, Suíça, e doutor em Ciências Econômicas pela Escola Central de Planejamento e Estatística de Varsóvia, Polônia (1976). Atualmente é professor titular no departamento de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, nas áreas de economia e administração.

 

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter9Share on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

Comentários

Comentários

Deixe um comentário


CC 3.0, exceto quando especificado ou para conteúdos reproduzidos de terceiros. O crédito à SpressoSP é obrigatório. Por Bryan.com.br

Buscar

Back to Top